Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

______BUÇACO______

TEXTOS ,SUBSÍDIOS, APOIO

______BUÇACO______

TEXTOS ,SUBSÍDIOS, APOIO

10
Mai08

TERRAMOTO DE 1755

Peter

 

            TERRAMOTO DE 1755

 

              

                                                                                                         

 

                                                                                                          

 

   RELATÓRIO DE JOÃO SIMÕES

       CURA DA FREGUESIA

 

 

Em 20 de Abril de 1756, João Simões, cura da freguesia do Luso, é incumbido pelo bispado de Coimbra de fazer as indagações indispensáveis que o habilitem a responder ao inquérito que o secretário do reino, Sebastião José de Carvalho e Melo, fazer sobre o sismo de 1755 e suas consequências em todo o lugar do reino.
Diz o cura que, no primeiro de Novembro, pela manhã, nove horas dadas, houve um terramoto percebido em toda a freguesia. Durou oito minutos e da igreja ‘se viram estremecer as cintas de ferro’, tendo caído alguns caliços de pouca monta.
Os fiéis que se encontravam naquela altura dentro de templo, saíram para a rua, concretamente para o adro.


Relata depois que não morreu pessoa nem se arruinou edifício, nem houve falta de mantimentos, mas que no ar se viu um sinal ‘que alguns dizem que era parte em que anda a estrela do norte’. Era ‘vermelho, redondo e grande’.


Mas na fonte da freguesia, diz o cura, ‘uma das mais famosas fontes deste reino’ na altura do sismo, metade da água ficou ‘turva e de cor quase preta’ e a outra metade branca, ‘como leite’, não tendo presenciado alteração alguma na nascente.
Moravam então 648 pessoas na área da freguesia, das quais 345 eram mulheres e ocupavam 194 fogos.


O mesmo cura relata o sucedido no Buçaco, deste modo:

Acha-se no coração desta freguesia aquele sempre venerável Santuário do Buçaco, relíquia que faz ser esta freguesia a mais venturosa de todas as do reino.

Ás mesmas horas padeceram aqueles Santos Religiosos o mesmo terramoto com maior ímpeto que em toda a freguesia; desampararam muitos o Convento e se recolheram para aMata, os que estavam nas capelas vinham vindo para o Convento, e outros, que eram os menos, esperaram dentro pelo fim daquele sucesso querendo acabar a vida pela vontade de Deus...’


Sendo aquele Santuário de uma deliciosa formosura...e assombro aos que o vêem, e ainda a sua notícia serve de pasmo ao subido engenho e excelente discurso, ainda quis o mesmo Deus mostrar quanto são dignos dos louvores com que o adoram aqueles Santos Religiosos, pois foi tão grande o terramoto naquele.  Convento que por três vezes distintas se repicaram os sinos por si e foi vista a admirável e devotíssima imagem de Cristo que está no trono acima do altar mor, inclinar para o chão dois palmos.
E com tão grande tremor não se viu naquela Igreja e Convento o mínimo abalo em todo o edifício.

 E mais não disse… FS  

 

Mais sobre mim

foto do autor

VISITAS

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D