Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

______BUÇACO______

TEXTOS ,SUBSÍDIOS, APOIO

______BUÇACO______

TEXTOS ,SUBSÍDIOS, APOIO

31
Ago17

ERMIDAS AO ABANDONO

Peter

interior buçaco.jpg

Abandonada e  totalmente aberta e ao dispor dos

visitantes, a Ermida do Calvário , na Via Sacra do

Buçaco apresenta-se num estado de degradação

continuada com o património existente á completa

mercêde de quem chega.

Nada resta de imagens ou outros adereços da

ermida que foi consagrada pelo bispo de

Coimbra D.Manuel de Melo em 1694,  3 de Outubro,

com procissão e missa.

Uma vergonha para o Estado Português que entrega

o património a fundações cuja incapacidade está 

a vista de toda a gente mas que ninguém procura

salvaguardar da destruição e da ruína.

Era bom que se entendesse a farsa política que 

está por trás desta delapidação do património

pátrio e se deixasse de brincar com

a herança comum.

 

30
Ago17

CAPELA DE S.ANTÃO

Peter

S.Antão.jpg

Mata Nacional do Buçaco, a vereda de acesso ao

miradouro capela de S.Antão. É preciso pedir licença

aos catos para passar. Belo trabalho da afundação

numa Mata Nacional  onde o fogo pode entrar 

em qualquer altura por falta de limpeza na Mata.

29
Ago17

SILVEIRAS DA VIA SACRA

Peter

DSC_0809[1].JPG

Um "bonito" aspecto da Via Sacra da Mata Nacional

do Buçaco, ou seja, uma das muitas silveiras que

abundam no espaço entregue á fundação que a gere. 

Esta foto, e centenas de outras que se  podem

reproduzir , não fazem parte duma exposição que 

ocupa todo o Verão o salão do chamado "Casino do

Luso", para tapar os olhos do cidadão.

O perigo de incêndio que pesa sobre o património

nacional é grande perante a leviandade dos que 

fazem e representam os políticos. 

Na foto,de ontem, se pode ver, limpo, sem tretas!

14
Ago17

O PERIGO É A FUNDAÇÃO

Peter

DSC_0709[1].JPG

N esta fotografia com data de ontem com a serra

do Buçaco envolvida pelo fumo dos fogos pode

ver-se  a partir do canto  esquerdo todo o muro da

Cerca dos Frades desde a  Porta das Lapas até á

Cruz Alta, no ponto mais alto da fotografia.

Pode ver-se , mas não se vê porque  o muro em

toda a sua extensão funde-se e desapareceu entre

a vegetação, a de  fora e a de dentro , fazendo assim

comungar a propriedade privada com a pública

numa promiscuidade total. 

Como nem uma nem outra estão limpas um

fogo que suba da estrada Luso-Prenacova em dia

ou noite de vento, pode muito provavelmente levar

pela frente o rico património florestal da Mata

Nacional do Buçaco, entregue pela política ao

municipio e á sua fundação partidária.

Como se pode perceber, a irresponsabilidade

é total!!!!!

 

Mais sobre mim

foto do autor

VISITAS

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D