Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

______BUÇACO______

TEXTOS ,SUBSÍDIOS, APOIO

______BUÇACO______

TEXTOS ,SUBSÍDIOS, APOIO

01
Dez12

FUNDAÇÃO POLITICA BUÇAQUINA

Peter

 

 

         COMO FUNCIONAM FUNDAÇÕES

        ACTA Nº 65 DA CÂMARA DA MEALHADA


   TRATA DA RECONDUÇÃO DO ENGENHEIRO CIVIL E O

COMENTÁRIO DUM EDIL DA FREGUESIA SOBRE O

ASSUNTO.

   DOIS MESES DEPOIS A FUNDAÇÃO FOI AVALIADA COM

A MEDIOCRE NOTA DE 44 POR CENTO.

  QUE RAZÕES MOTIVAM A DISPARIDADE DAS AVALIAÇÕES

MAIS O PRÉMIO DA PRÉ RECONDUÇÃO PRESIDENCIAL?

Merece ser lido o comentário dum edil lusense sobre

um Buçaco que pessoalmente desconheço , não sei porque

olhos  o retrata ,mas tiro o boné á eloquência da prosa!

 

( extrato da acta nº 65 da Câmara da Mealhada

  de 19 de Julho de 2012, 2o2 anos após a Batalha do

Bussaco)

 

 

 1. APROVAÇÃO DA ACTA DA REUNIÃO ANTERIOR: -----------

A Câmara Municipal deliberou, por unanimidade, aprovar a acta da

reunião anterior (Acta n.º 64), após se ter procedido à sua leitura.

-----

2. PROPOSTA N.º 13/2012 –RECONDUÇÃO DO PRESIDENTE DO

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA FUNDAÇÃO MATA DO BUSSACO. 

 

   Foi apresentada a Proposta n.º 13/2012, datada de 6 de Julho e

subscrita pelo Sr Presidente da Câmara, com o seguinte teor: 

 “Tendo decorrido o prazo de três anos de duração do mandato

dos membros do Conselho de Administração da Fundação da

Mata do Buçaco, previsto no n.º 2 do art.º 9.º do Decreto-Lei

n.º 120/2009, de  19 de Maio, propõe-se a recondução no cargo de

presidente do Sr. Eng.º António Jorge Fernandes Franco, por igual

período de três anos, nos termos do n.º 1 do art.º 9.º do já

citado Decreto-Lei.” --------------------------------------

A Câmara Municipal deliberou, por maioria, com os votos a

favor do Sr Presidente da Câmara, da Sra Vice-Presidente,

da Sra Vereadora Arminda Martins e dos Srs Vereadores,

Calhoa Morais e Júlio Penetra,aprovar a proposta apresentada e,

consequentemente, nos termos previstos na mesma,

a recondução do Senhor Eng.º António Jorge Fernandes Franco,

no cargo de presidente do Conselho de Administração da

Fundação da Mata do Buçaco, pelo período de três anos

(término em Maio de 2015).

O Sr Vereador António Miguel Ferreira e a Sra Vereadora

Leonor Lopes abstiveram-se, tendo referido que não o faziam

porque tivessem alguma coisa contra a “pessoa” em si, por

quem disserem ter toda a estima e consideração, mas porque

nunca foram chamados a intervir na definição do perfil da pessoa

escolhida para as funções em causa. O Sr Presidente disse que o

Eng António Franco tem dado bem “conta do recado”, e

que tem sido muito relevante a sua actuação como

Presidente da Fundação.

 O Senhor Vereador Júlio Penetra leu a intervenção que a seguir se

transcreve: 

“Nesta oportunidade queria aproveitar para associar estes três anos

decorridos de exercício da função de Presidente da F.M.B. pelo Sr.

Engº António Franco,ao sucesso relativo da própria atividade da

Fundação nos seus objetivos de recuperação e promoção da Mata

do Buçaco. 

Três anos é um tempo relativamente curto para restaurar fisicamente

o Buçaco e retirar do abandono a que esteve sujeito durante décadas

de negligência, indiferença e muitas agressões, o seu diverso e valioso

património e devolver-lhe o equilíbrio e saúde ambiental,

tão ameaçados e debilitados. 

Indiscutivelmente que a entrada em funcionamento deste novo

modelo de gestão de proximidade, trouxe uma nova esperança ao

Buçaco e o EngºFranco, tem uma grande responsabilidade na revolução

que ali se está a operar.Um trabalho começado do zero mais zero que

se possa imaginar, emtermos de uma total ausência de meios técnicos

e financeiros, de recursoshumanos e das condições mais elementares

de instalação para se iniciar uma tarefa tão ciclópica como complexa,

com inúmeras frentes de intervençãosimultânea, qual delas mais

prioritária e urgente do que as outras, e que deu já passos enormes,

visíveis e seguros. Sobretudo, com  o grande mérito de ter

sabido atrair sobre o Buçaco a atenção de muitos setores da sociedade

portuguesa, de empresários a investigadores e universidades nacionais

estrangeiros, mas sobretudo de amigos, de muitos amigos que o

visitam cada vez mais, que se organizam de forma voluntária e

apaixonada para participar da sua recuperação. O que se está a

(re) construir no Buçaco é porventura o mais valioso empreendimento

e também o maior desafio em que estaCâmara Municipal, em qualquer

altura se envolveu e comprometeu, e por isso  não é demais destacar

essa oportuna e corajosa decisão de assumir responsabilidades na

gestão da Mata do Buçaco. A minha posição face à

proposta de recondução do Sr. Eng.º António Jorge Franco, em

representação da Câmara na Administração da F.M.B. é de aprovação e,

ao mesmo tempo, um voto de confiança no modelo de gestão ali

assumido, do qual esperamos os melhores resultados para a Mata

do Buçaco”.  a)

A Sra Vice-Presidente tomou a palavra para referir ser óbvia a

recondução pela acção desenvolvida e por tudo o que o Bussaco

representa a nível local, regional e nacional. 

O Senhor Vereador Calhoa Morais interveio a propósito do mesmo assunto,

tendo referido que o Eng.º António Jorge e a sua equipa, com o trabalho que

realizaram, tiveram o dom e o condão de colocar o Bussaco no mapa.

Acrescentou que o trabalho desenvolvido deu muita visibilidade ao Concelho

e chamou a atenção para a riqueza da Mata. Terminou a sua intervenção

dizendo que por tudo o que referiu concordava com a recondução do Eng.º

António Jorge no cargo.

Etc,etc,etc,etc,etc,etc...

 

a)Meu caro amigo,  se tivesse utilizado esta  prosaica e eloquência

retórica na defesa das termas  quando teve consciência dos enganos

em que participou,não seria mais sensato e benéfico para a sua e

minha terra natal?

Mais sobre mim

foto do autor

VISITAS

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D