Quinta-feira, 20 de Abril de 2017

CRUZ ALTA

DSC_0142.JPG

Cruz Alta do Buçaco.

publicado por Peter às 23:12
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 15 de Outubro de 2015

SUBI LENTO À CRUZ...

DSCN4253.JPG

Subi lento á cruz alta por promessa
que não foi feita a qualquer divindade
rasgando a floresta pouco espessa
subi subi por ordem da vontade

cansado sim mas certo da viagem
alguns degraus acima o pedestal
despeja­-nos aos pés essa paisagem
que abarca quase meio Portugal

do Caramulo á Estrela ou a Lousã
de S.Jacinto á praia da Vieira
de S.João do Monte até Ançã

de S.Romão ao Círculo à Figueira
o sol aberto á vinda da manhã
ou no ocaso o mar como fronteira. 

publicado por Peter às 12:34
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 5 de Junho de 2015

BUÇACO ESQUECIDO

buçaco1.jpg

O estado e o seu governo, abandonaram a Mata nacional

O deputado do PS António Cardoso preocupado

com a recuperação da Mata Nacional do Buçaco

solicitou ao secretário de Estado da Cultura apoio

e a sua intervenção junto do Governo para a

promoção da Mata a património da Unesco.

Tarde, mas reconhecendo o estado daquele espaço,

o deputado por Aveiro foi ainda porta voz da ffundação 

e do Municipio no que respeita a aprovação de 

verbas para o efeito.

Como tenho vindo a defender, o Estado  demitiu-se

do património nacional que é o Buçaco com a 

sua entrega ao municipio da Mealhada que não tem

capacidade financeira, nem critica, nem técnica

para executar  a tarefa. Mais uma vez acentuo que 

a mata é Nacional e é ao Estado que compete

zelar pelo que lhe pertence.

Entretanto a politiquice paroquial vai  alimentando ,

este estado degradantedum Estado que não cumpre

os seus deveres,preferindo que se destruam os valores 

comuns da  Pátria portuguesa.

 

publicado por Peter às 18:38
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 8 de Agosto de 2014

ALEGORIA da FLORESTA

 

 

 Para finalizar a série de poesias respeitantes aos 

jogos florais da Emissora Nacional de 1949,realizados

no Buçaco, aqui fica  um poema  cujo tema era 

alusivo ao próprio local onde foram realizados .

Este trabalho recebeu o segundoprémio do concurso.

 

ALEGORIA DA FLORESTA SAGRADA

 

Eis-vos ainda,ó águas da corrente

Que banhava as raízes de Evilath...

Como se a Fonte viesse, eternamente

Do Fison,à planície de Evilath.

 

São ainda estes cedros os primeiros

Que deram sombra aos olhos da Mãe Eva...

E são ainda os troncos verdadeiros

Das primitivas árvores da treva.

 

Terra virgem de lágrimas doridas

Que os ohlos inocentes não choraram...

Ò folhas da floresta sacudidas

Pelo vento das ondas que pararam!

 

Ó àrvores da noite que morreu

Na distância do mar que o luar banha,

Dizei-me,em qual de vós deixou Orfeu

A lira de oiro, aos ventos da montanha?

 

Da Serra, aos longos vagos da planície,

A música de Orfeu é onda e cor...

E lá onde a distância for maior,

Mais longe abrange a sombra de Euridice.

 

Já no silêncio acorda a voz de Pan

O seu grito satânico de origem.

E da Cruz Alta aos raios da manhã

doiram toda a floresta de luz virem.

 

Portas do Céu,Portas do Sol, abri-vos!

Soltai Ninfas, Centauros e Naíades,

E deixai-nos cantar novas saudades

E o puro amor dos mortos e dos vivos.

 

Venham também, entre clarins e guerra,

Lusitanos espectros, e galopes

De cavalos galgando o Céu e a Serra.

Montados por fantasmas de Ciclopes.

 

Cale-se ao longe a velha voz do oceano!

Erga-se, à luz , o sangue das batalhas,

Que vai passar o peito lusitano,

Constelado de sóis e de medalhas!

 

E tu,montanha;e vós, deuses pagãos

Da Floresta Sagrada; e vós,ó naves

De penumbra,onde acordam cantos de aves,

Ajoelhai o silêncio!...erguei as mãos!!!!

                                (Duna de Castro)

 

     

 

 

 

publicado por Peter às 22:45
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 4 de Agosto de 2014

QUADRAS SOLTAS

 

 Ainda nos Jogos Florais da Emissora Nacional em 1949

realizados no Buçaco, os prémioa atribuidos na secção

de quadras populares, foram os seguintes:

 

Primeiro prémio:

 

Não há nenhuma verdade

(Vá lá saber-se porquê)

Que chegue a valer metade

Da mentira em que se crê    

                                (Ceguinha e Amor)

 

Segundo prémio:

 

Às vezes é tão lembrado

Um mal que nos faz viver,

Que a gente,olhando o passado,

Tem saudades de sofrer.

                               (Flor Silvestre)

 

Terceiro prémio :

 

Se tu não és ciumenta,

Não sei porque te amofinas

Se as meninas dos meus olhos

Fitam as outras meninas.

                               (Emeele) 

 

Quarto prémio:

 

De tudo o que a vida ensina,

O que mais custa a aprender

É esta coisa tão simples

Que se chama-envelhecer!

                             (Simplório)

 

publicado por Peter às 23:31
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 21 de Julho de 2014

TRANSFIGURAÇÃO

 

 

No seguimento do post anterior ,Jogos Florais da

Emissora Nacional, realizados em Setembro de 1942,

a poesia vencedora na categoria de Sonetos foi a que

se segue:

 

                    T R A N S F I G U R A Ç Ã O

 

A lua treme na lagoa baça

Como gota  transcúcida de mel...

Um enxame de estrelas esvoaça

Nas àguas que um desejo vago impele.

 

Acorrem garças...peixes...em tropel,

Um choupo velho inclina a fronte lassa

E  pasma do que julga um grande anel...

E a lua fulge e treme,inerme e passa.

 

A noite despe clâmide das sombras

E pisa lírios brancos nas alfombras

Que parecem gemer brancos queixumes.

 

Arde em ânsias de amor a selva estranha,

E convertem-se os cedros da montanha

Num frémito de seivas e perfumes.

 

                (AD ASTRA) Pseudónimo 

publicado por Peter às 20:41
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 15 de Abril de 2010

SONETOS

 

Do autor acaba de sair em Dezembro um

segundo livro de poemas intitulado

            SONETOS DO BUçACO

uma colectanea de 120 sonetos classicos

sobre o tema Buçaco.

Trata-se duma  pequena ediçao a venda

na Papelaria S Joao no Luso ou na Livraria

Portugal, em Lisboa , ou ainda da edidora

Ecopy, Paranhos,Porto.

 

publicado por Peter às 21:00
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. CRUZ ALTA

. SUBI LENTO À CRUZ...

. BUÇACO ESQUECIDO

. ALEGORIA da FLORESTA

. QUADRAS SOLTAS

. TRANSFIGURAÇÃO

. SONETOS

.arquivos

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Outubro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Julho 2009

. Junho 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

.tags

. todas as tags

.favoritos

. ♥ Lay all your love on me...

.links

.as minhas fotos

.VISITAS

blogs SAPO

.subscrever feeds